quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Realmente...

Iam os dois no carro, conversavam sobre a vida, sobre a estória de cada um deles, das novidades, dos amigos, do passado, passado que muito fazia rir e que eles gostavam de comentar.
Sempre foram muito unidos, pobres, moradores de uma favela da periferia, local ainda hoje muito perigoso, conseguiram ali ser criados, mas sair ilesos dos infortúnios que alcançaram muitos dos jovens, inclusive amigos comuns.
Tinham, ambos, muitos amigos: primeiro porque  jogavam bola, segundo porque moravam  naquele bairro onde o melhor era ser amigo de todos. Presenciaram muitas cenas violentas; marido batendo em mulher; bêbados criando confusão; policia matando bandido; batidas policiais em casa de traficantes; briga entre rivais, até mesmo morte, mas nada disto influenciou a vida deles para lo lado ruim..
Foram crescendo e começou a fase das mulheres. Um deles era bem bonito, manso, um riso lindo, muito meloso, agradava a todos, mas gostava mesmo das mulheres de ébano. Teve várias delas; uma com nome estranho,  mas com uma “bunda” que compensava o  palavrão. Outra,cantora de  banda de carnaval, e tantas e tantas outras, a última, era uma professora de “airóbica”, que nada tinha de airóbico, todavia a pele de ébano fazia o que o restante não conseguiria sozinho.
O tempo foi passando, casamento, descasamentos, um deles, entretanto, resistente, continua solteiro, aliás, parece que da turma somente ele é o herói.  Este gosta de mulheres diversas e diferentes, gosta inclusive de gabar-se desta condição de solteiro e de mulherengo, é um grande “el comedor” , sempre com uma nova mulher e uma novidade.
Defeitos muitos, todos eles tinham e têm, mas nada disto fez com que eles se desligassem, até porque a paixão pelo football não permite a desunião; estão sempre juntos, pelo menos três deles, em todos os dias em que o “mengão” joga. Agora  já se fazem acompanhar dos filhos, que, também, já se tornaram tão fanáticos quantos os pais, o timão é parte ativa da vida deles.
Pois é, por continuarem juntos e amigos, um sabe da vida do outro, ouviam e ouvem confidências, faziam confidências, eles se confiavam, e por isso mesmo, nesse dia, dois deles conversavam respeito da vida, do que continuavam fazendo e do que fariam daqui para frente. Um deles, bem safado, apesar de casado, ainda com namoradas, amantes, sei lá o que, fala para o outro:
- “Rapaz, vou tomar uma providência séria na minha vida, não vou mais trair a minha esposa, ela não merece, é uma pessoa boa, cuida de meus filhos, me ama, me ajuda, é uma boa mulher, efetivamente não merece o que faço, e eu vou mudar. Daqui para frente eu  vou comer apenas “garotas de programa”: aquelas  mulheres que você liga, come e pronto, sem qualquer envolvimento e mais nada”.
O amigo, que estava dirigindo não se agüenta, para o carro no acostamento para rir.
-“Como é cara,? Você vai deixar de ter mulheres fixas e só vai sair agora com “vagabundas” para não ter qualquer compromisso! Realmente, esta foi a maior piada que eu ouvi nos últimos tempos. Quer dizer que comendo vagabunda, pagando pela “trepada” você  não vai estar traindo a sua mulher não é?
 E o outro confirma:
- ´” É isto mesmo.  Com estas mulheres a gente não dá telefone, não é incomodado, não corre risco, vai lá faz o serviço e pronto, ela não vai lhe ligar,lhe sacanear, não vai lhe cobrar nada, não vai fazer a outra ficar desconfiada com telefonemas fora de hora, enfim, fico bem na faixa”
O outro continua a rir, não diz mais nada, só não consegue entender aquela resolução,mas quem é ele  para dizer que o “amigo” estava errado?
O tempo passa, eles não se vêm por algum período, mas o “timão” joga e, inevitavelmente, o encontro acontece. O amigo então pergunta:
“ E aí cara, você tá cumprindo o que você me disse? Agora você anda com garotas de programa?”
“Porra velho, não dá não, estas mulheres são muito caras, têm hora marcada, não tem espontaneidade, acho melhor ficar com as minhas deusas de ébano, mais baratas, mais amantes, mais naturais, sem horários, embora com muitas exigências. É melhor, vou continuar a correr os riscos”!!!!!